Jesus é suficiente e nada mais

TEXTO: APOCALIPSE 4.10-11

Introdução:

• Na graça não é conquista, é herança.
• Deus não nos abençoa pelo o que fazemos, Deus
abençoa pelo que somos: seus filhos.
Desenvolvimento
• Gêneses 27.22-27 relata que Isaque chama seu
filho, Esaú, e fala para ele ir matar uma caça e fazer uma comida saborosa, porque depois iria abençoá-lo.
• A mãe de Jacó ouviu a conversa. Então, chamou Jacó e o convenceu a pegar um Cordeiro para que ela fizesse uma comida saborosa para Isaque a fim de que ele abençoasse com a primogenitura a Jacó, no lugar de Esaú.
• Rebeca representa o Espírito Santo que convence Jacó que mesmo sem merecer pode receber a benção do pai.
• Jacó nos representa, a bíblia relata que somos filhos de Jacó, ou seja, mesmo sendo traidores e usurpadores, nós temos direito a benção do pai.
• Quando Jacó chega diante do pai, Isaque diz: a voz é de Jacó, mas o pelo e o cheiro é do meu filho Esaú. Assim, ele recebeu a bênção, porque Isaque já não podia enxergar.

Desse mesmo modo, Deus não nos imputa os pecados, por isso a Bíblia diz que: bem-aventurado é o homem cuja transgressão é perdoada e cujo pecado é coberto (Sl 32: 1,2).

• Assim, Deus não olha para os nossos pecados, mas ele nos abençoa, por que os óculos que Deus usa é Jesus. Assim ele vê Jesus e ele sente o cheiro de Jesus, porque a bíblia diz que somos o bom perfume de Cristo (1 Co ) e estamos revestidos de Cristo.

Conclusão

Eu vivo debaixo daquilo que Jesus merece. Eu sou salvo, porque Jesus está salvo. Eu estou bem, porque Jesus está bem. Eu tenho saúde, porque Jesus tem saúde. Logo, tudo que eu tenho vem de Jesus, porque Jesus conquistou tudo por mim lá na cruz. Então, isso é o que nos faz mais que vencedores.

Receba Jesus e assim, receba a herança preparada antes da fundação do mundo (Jo 1:12; Ef 1:3)