Como agir com fé, fé para enfrentar o medo

TEXTO: Tiago 1:5-7

Temos que ter cuidado com a dúvida. Pois muitas vezes dizemos que cremos, porém ficamos no “E se…”
E se não der certo? E se eu fracassar? E se eu não for curado? E se não acontecer?
E se… e se… e se…
E somos tomados pelo medo e insegurança.
Nosso corpo reage de forma automática a situações de perigo. Existe uma resposta biológica.
O medo funciona como um sinal de alerta. Sua principal função é nos proteger: ao chamar a atenção para um risco iminente, nos permite enfrentá-lo. O medo é uma reação inerente ao ser humano – esperada e útil em determinadas circunstâncias – ativada quando há um bom motivo, ou seja, diante de um perigo real.
Medo é um estado emocional que surge em resposta a consciência perante uma situação de eventual perigo. A ideia de que algo ou alguma coisa possa ameaçar a segurança ou a vida de alguém, faz com que o cérebro ative, involuntariamente, uma série de compostos químicos que provocam reações que caracterizam o medo.
O medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. O medo pode se transformar em uma doença (a fobia) quando passa a comprometer as relações sociais e a causar sofrimento psicológico.
Mas e quando reagimos com medo sem que haja ameaça?
O medo existe para nossa proteção, mas temos que aprender a interpretar as situações.
O escuro traz medo, a sensação de insegurança. E começa a surgir em nossa mente medo de coisas que podem ter ali, por eu não estar vendo. Imaginamos monstros quando criança, bandidos ou demônios quando adultos.
Mas ao acender a luz, podemos espantar a escuridão e enxergar o que de fato está ao nosso redor.
Acenda a luz na sua mente. Espante o que há de irreal ao seu redor.
Os medos não são, em sua maioria, do tamanho que imaginamos.

Temos medo:

  • De não agradar a todos;
  • Da imperfeição; (Deus não tem problema com nossa humanidade, nós é que temos)
  • Da crítica;
  • De se aproveitarem de nós;
  • Do envolvimento;
  • De não ter tudo que deseja;
  • Do fracasso;

Precisamos ter uma postura de enfrentamento do medo.

4 P PARA ENFRENTAR O MEDO

1º P – Pensamento

Precisamos ser gestores dos nossos pensamentos. É necessário vencer os pensamentos de dúvidas.

A nossa mente arranja, convencendo-nos de algo que não é realmente verdade. Estes pensamentos imprecisos são normalmente utilizados para reforçar o pensamento e/ou emoções negativas, dizendo-nos coisas (nosso diálogo interno) que parecem racionais e precisas, mas na verdade só servem para fazer-nos sentir mal acerca de nós mesmos.

Nisso Pensai – Fp 04:18 – “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”

Vemos nessa passagem que o apostolo Paulo nos instrui a pensa coisas boas, ele fecha o versículo com NISSO PENSAI, isso significa que somos capazes de direcionar nossos pensamentos.

2º P – Procurar por evidências

Nossa mente cria muitos medos irreais. Construímos ideias de perseguição, de pessoas que fizeram ou falaram mau de nós. Porém se formos procurar por evidências. Fatos que comprovem que nossos pensamentos são reais, não o encontraram.

Isso acontece, pois criamos esses pensamentos apenas na nossa mente, e temos certeza de algo que não nunca aconteceu.

Procure por evidências: eu vi a pessoa falar mau de mim? Eu vi acontecer esse algo ruim que fizeram comigo?

Duvide de pensamentos que não são baseados em fato.

3º P – Palavra de Deus

Hoje temos acesso à bíblia de diversas formas. Bíblias impressas em preços variados, o que facilita nossa aquisição, ou APP que podem ser baixados em nossos celulares.

O importante não é quantas bíblias temos em nossa coleção. Mas o quanto da palavra de Deus temos em nossa mente.

A palavra precisa ser declarada em nossa mente, em substituição aos pensamentos negativos, geradores de medo.

Precisamos fazer declarações de vitória:

“O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus” – Filipenses 4:19

“O Senhor é o meu pastor, nada me faltará.” –  Salmos 23:1

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.”- Salmos 91:1

“Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará, e a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do Senhor será a tua retaguarda.” – Isaías 58:8

4º P – Primeiro Passo

Após passarmos pelos 3 primeiros P, chagamos no momento de agir.

Dar o primeiro passo de enfretamento do medo. Decida que ele não te dominará mais, e vá ao encontro da sua libertação.

Se o seu medo é de falar me publico, aceite o desafio de ministrar uma palavra na célula.

“No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor.” – I João 04:18

O amor perfeito é o amor de Deus por nós.

Então enfrente o medo e declare: O PERFEITO AMOR LANÇA FORA O MEDO.