Natal tempo de comunhão e cuidado

TEXTO: Lucas 2: 8-20

  • Uns dizem que o natal é uma festa pagã e se apoiam nas tradições culturais da antiga Roma para dizer que era uma festa que se iniciava na “Saturnália”, onde adoravam o deus “saturno”, que era por sua vez era considerado o deus da agricultura.
  • Essa festa começava em 17 e ia até o dia 24 de dezembro;
  • Encerrando-se em outra festa ao deus sol (que era comemorado como o deus da luz). Ela acontecia no dia 25 de dezembro segundo a tradição Pérsia.
  • Assim muitos acreditam que comemorar o natal nessa data é pecado porque faz alusão a uma festa pagã; cheia de idolatria.

Outros dizem que o natal é uma festa maligna porque ensinam as crianças sobre a figura do papai Noel, sobre árvore de natal e ainda comemoram numa data que não é a data certa do nascimento de Jesus.

Mas Quais as verdadeiras origens? O que não podemos fazer? E o que podemos fazer com relação ao natal?

1º –  Compreenda algo:

Quando começou a igreja de Jesus sua formação era dada por judeus, isso quer dizer que eles não celebravam o nascimento, e sim a morte; Vemos isso na Santa Ceia (1 Co 11:23). Jesus mandando celebrar a Ceia.

  • A cultura judaica não celebrava o nascimento, eram machistas (oravam todos os dias por não terem nascidos mulher), mas comemoravam a morte.
  • Mas Há coisas que na cultura são pontuais. Não podemos aplicar tudo que vemos em uma cultura, simplesmente porque achamos bonito….

2º –  Perceba as considerações:

  • Não é porque não tenho uma data do nascimento de Jesus que não vou celebrar esse nascimento. Em nossa cultura celebramos o nascimento. Aliás, só celebramos o nascimento daqueles que julgamos importantes.

Pr. Edy Leo, que é pastor de uma das maiores igrejas em células do mundo em um país muçulmano, celebra o mês inteiro o nascimento de Jesus, porque lá na Indonésia tem o ramadã, onde os muçulmanos fazem um jejum durante 30 dias.

  • Há muita gente que nasceu em uma data e foram registradas em outra, celebrar o aniversario é dizer que aquela pessoa é importante. Não necessariamente tenho que celebrar o natal no dia. Posso celebrar em qualquer tempo.Papai Noel – quem foi?

A mentira:

  • Nos dias de hoje sua figura está associada ao comércio; Um bom velhinho que se veste de vermelho e vem dar presentes as crianças;
  • Também está associado a um santo da igreja católica, chamado São Nicolau;

A verdade:

  • Na verdade seu nome era Nicolau e ele teve seu tempo e seu papel, mas sabe quem foi? Um bispo que morreu no dia 06/12/343, muito caridoso com as crianças e morreu por não negar sua fé em Jesus (nascido em uma cidade da Ásia Menor).
  • A árvore de natal –

A mentira:

  • Alguns afirmam que era um instrumento de maldição, pois nelas se penduravam as cabeças dos inimigos depois de conquistados e mortos;

A verdade:

  • Alguns acreditam que Surgiu no ano de 1400 para cá com um bispo onde depois de evangelizar, deitou debaixo de um pinheiro e dormiu orando, pedindo uma estratégia de Deus para ensinar as pessoas sobre o verdadeiro natal. Quando acordou o céu estava estrelado e olhou para o pinheiro; veio a idéia:

– pinheiro sempre verde (vida eterna)

– estrela principal (Jesus)

– até hoje na Europa, eles enfeitam uma árvore quando nasce uma criança.

  • Outros acreditam ainda que Martim Lutero, um dos reformadores foi que criou, por volta do ano de 1530

Mas Veja o que aconteceu quando Jesus nasceu:

1º –  Deus quebrou cultura Judaica. Ele celebrou o nascimento de Seu filho.

2º –  Deus fez uma festa para Jesus.

  • Pastores* Anjo* Glória* Multidão* / não tinha TV, ficaram aterrorizados / o anjo disse: “trago boas novas de alegria para todos”; o acontecimento mais importante depois da morte de Jesus. (Que noite linda, que festa maravilhosa, que manifestação da glória de Deus)

3º –  Os demônios ficaram doidos (mataram muitos inocentes)

  • Porque perdiam o território;
  • Porque começaram ver o seu fim no amor de Deus;
  • Até hoje os demônios territorialistas procura matar inocentes. No Brasil 1.000,000 de mulheres fazem abortos, e 200.000 mulheres morrem anualmente por causa disso;
  • Quando sangue inocente é derramado se contamina a terra e satanás demarca territórios. SL 106:37-38.

4º –  Houve restauração na adoração. Mas o que é Adoração? É o coração disposto a entregar tudo. (GN 22:5)

5º – Se estabeleceu um tempo em que Deus chegou mais perto de nós para nos libertar dos pecados. Restaurar nossa história e nos dar sentido para a vida.

6º – Jesus baniu de uma vez por todas, o espírito da orfandade.

  • Aquele espírito que põe uma sensação de que não há cuidado;
  • Aquele espírito que põe uma sensação de que tudo está ruim;
  • Aquele espírito que põe uma sensação de não se dividir o que tem;
  • Aquele espírito que põe uma sensação de que o que é meu é meu, e o que é teu é meu também (egoísmo).

Portanto lembre-se:

  • Papai Noel não existe; Mas existiu um homem que Deus levantou no século quatro com o nome de Nicolau e morreu por causa da sua fé e que era muito generoso com as crianças;
  • A Árvore é um símbolo do sempre verde, da eternidade;
  • As cores lembram as estrelas do céu;
  • Dar presentes lembra que Jesus também ganhou e que precisamos cuidar uns dos outros;

Jesus é o presente de Deus aos homens.

Jesus é o verdadeiro Natal

Era noite de natal e a família esperava o momento de abrir os presentes, todos ficaram olhando para a menina para ver como fazia, e assim que abriu o presente se encantou com o laço e o papel; foi uma decepção. Ficou brincando com o que não tinha valor, a menina ficava brincando com aquele papel e com a fita. E La pelas tantas eles ficaram dizendo: é nós também fazemos assim com Jesus.

Chega o natal e às vezes nos preocupamos mais com o peru, os presentes, com a árvore, com as comidas que com Jesus. Nós somos como essa criança nos esquecemos do verdadeiro presente.

O Reino de Deus não é comida, nem bebida, mas justiça, amor e paz. O natal é legal, mas o maior presente já foi dado JESUS!